sábado, 18 de fevereiro de 2012

Fracassos - Semana do Aniversário 28 anos

Essa semana tive vontade de escrever três vezes no blog que está tão abandonado quanto meus sonhos..
 
 
Segunda 13/02/12
Semana passada retornei a tal médica ortomolecular que minha mãe tanto insistiu. Passou alguns remédios (acelerar metabolismo, aumentar serotonina, bupropriona), a idéia era eu me sentir melhor (acho que menos depressiva), conseguir ficar sem bebida alcoolica e fazer a dieta. Ela sacou da gaveta duas folhas com a famigerada Dieta dos Carboidratos. Disse que escolheu essa devido minha compulsão e mandou eu voltar em 15 dias para ela começar modificá-la. Fiquei tão surpresa que não tive muita reação. Saí do consultório, vi minha mãe e meu marido me esperando (ah... a expectativa dos outros!) e minha cabeça ainda estava aérea.
Passei a noite conversando com minha mãe se eu ia ou não numa médica da equipe do Dr Salem. Enfim, não fui. Vamos tentar a dieta bem direitinho. Meu pai mandou fazer o remédio R$130.
Vários apelos para que eu me dedicasse ao máximo e levasse essa dieta a sério que todos estariam comigo me apoiando. No domingo fomos os três (eu+marido+mãe)ao mercado e gastei R$252 com 'coisas' sem carboidratos que eu podia comer a vontade. Que mal humor. Fiquei o domingo lá com minha mãe preparando as coisas para mim. Fui dormir com um enjoo enorme, a carne do almoço ainda parecia na garganta.
Na segunda levei para o trabalho vários potinhos com coisinhas q eu podia comer e.... antes do almoço eu sabia que aquela alucinação de eu conseguir seguir essa dieta doida dos carboidratos estava chegando ao fim. E não resisti a um almoço com arroz.
Quando cheguei em casa e contei que já tinha comido arroz, meu marido ficou bravo comigo como eu nunca tinha visto por esse motivo. Minha mãe ao tel, enfim... Eu tb fiquei brava dizendo que essa era apenas uma dieta idiota, eu comeria menos com o medicamento e isso que importava. Eu chorei a noite inteira. Meu marido depois foi lá comigo, mas no meu íntimo eu pensava em morrer. Fracasso, fracasso, fracasso.
No outro dia, fiquei menstruada e levemente aliviada por pensar que a TPM pode ter (não tudo, mas) potencializado o desespero e tristeza infinita do dia anterior.
 
Quarta 15/02/12
Meu aniversário. Eu odeio fazer aniversário. Nunca gostei, mas atualmente eu odeio. Especialmente pelas convenções sociais, e também de eu estar ficando mais velha com a mesma vida que eu não quero pra mim.
Como esperado, meu dia foi chato. Tenho uma amiga de infância que eu gosto muito, mas não vejo ha anos pois não tenho coragem de encontrá-la no meu estado. Ela está curtindo a vida dela ao máximo numa felicidade que não caberia no meu atual estado. Apesar de gostar dela, nunca atendo suas ligações pela certeza de que ela vai querer me ver e isso vai me fazer mal e eu ficarei pior (sem julgamentos, please!). Ela estranhamente parece não desistir de mim e insiste em ligar de tempos em tempos, mesmo eu não atendendo nunca. No meu aniversário ela me ligou de um número 00000000000 e eu acabei atendendo..Ela começou a falar e eu a chorar, automaticamente. Sem dúvida, ela ficou um pouco assustada e a ligação não durou muito. Depois mandou msg dizendo das saudades e que me amava. Fracasso
Meu pai me deu aos parabéns ao telefone e começou com uns papos dele de eu ter que fazer as coisas (regime) direitinho e esquecer o resto, etc, etc... Desliguei. Choro, choro, choro.. não falo muito diretamente com meu pai sobre o fato de eu pesar horrores, tenho algumas mágoas nesse tópico.
Nesse dia esqueci de tomar os remédios. Freud explica. Obviamente, não quis ver ninguém e muito menos comemorar. Fui assistir ao futebol num bar e bebi.
 
Sexta 17/02/12
Meu marido mandou msg lembrando do remédio (q esqueci qua e quinta). Tomei. À noite estava enjoada, mas com fome (?) pois só tinha almoçado. Deitei na cama e fiquei tendo aquelas repuxadas na perna de ansiedade louca. Só pensava que na sexta de carnaval todos viajam e eu estava em casa. Não gosto de carnaval, mas gosto de feriado. Não gosto muvuca e calor, mas gosto de poder fazer coisas legais. E a única coisa legal que eu conseguia pensar é em comida. Pensava em tudo, mas o que eu queria mesmo é comida japonesa beeem gostosa com cerveja. Ele estava com dor de cabeça. Eu, ansiosa. Breve discussão e fomos ao elevador. Ele disse: "vc não vai beber, né?". Meu sangue ferveu. Ele nunca ficou se metendo 'na minha vida' assim, mas graças a essa maldita dieta e essa semana que eu os envolvi na minha tentativa de dieta, ele está se sentindo a vontade pra pegar mais no meu pé. E um viciado, qdo alguém começa a se meter entre ele e a droga, provoca grandes estragos _a qualquer um.
Ele disse que se fosse pra eu beber, preferia que fossemos ao aniversário da vocalista da banda dele. Tendo em vista que a gente nunca aceita os convites deles, ele achava q precisariamos fazer um social (eu nunca quero, claro). Vcs imaginam minha raiva? Não estou falando que eu estava certa, eu estou falando da minha situação. Sou uma obesa de, agora 135kg que tem uma única calça e que é social e não tem nenhuma roupa para ir para balada, não tem mais calcanhar que aguenta balada, cansaço crônico, tem um maldito mal humor que pqp... Eu disse: se vc quiser muito ir, nós vamos. Eu falo mil vezes para ele ir sozinho, mas não adianta. Pra ele, ou vamos juntos, ou não vamos. E minha culpa só aumenta pelas tantas vezes que deixamos de fazer as coisas por minha causa. No final das contas ele mesmo acabou desistindo e fomos ao japones. O rodízio não estava bom, mas não perdi a oportunidade de comer e beber. Chegamos, dormimos.
 
Resultado da semana (domingo a sexta - 6 dias):
1 dia de dieta (igual a zero pois comi um monte de coisas que só podiam se eu não comesse carbs, eu comi. Então só foram muitas calorias pra dentro.)
6 dias de choro
3 dias com bebida alcoolica
No trabalho, insegurança, falta de memória e concentração como nunca tive
(Re) Confirmado: quando sinto enjoo, só penso em comer. Quando eu como (bastante), passa. É assim que sempre curei enjoo.
Uns 5 dias com pequenas ou médias brigas e discussões que na minha cabeça só aconteceram graças a essa MALDITA (10x) dieta... e agora fica essa coisa de eu estar fazendo cois errada, bebendo, querendo desistir... To com medo de isso gerar uma crise.
6 dias se sentindo um lixo ambulante
Não quero ver meus pais tão cedo (o q vai ser dificil de ter desculpas devido o feriado).É uma mistura de: vergonha e não querer me expor a julgamentos (mesmo que mentalmente)
Com tamanha angustia durante a tentativa de dieta, começo a me questionar se eu aguentaria o pós gastroplastia. Vejo-me sem saída, fraca e sem esperança. Desistindo.
 
* desculpem pelos tópicos nada populares, mas esse é meu blog, da minha vida real.
 
 

24 comentários:

Gastroplastia Anne disse...

flor, fica assim não força. pense que isso pode mudar tenha força sempre viu

Isac Aires disse...

Acho difícil opinar algo, mas como li tudo, e não conheço bem a sua história. Aconselho que vc procure um psicologo, acho que do jeito que vc está e se sente, a cirurgia não resolveria nada.

JóiJói disse...

Nossa, que barra heim?
Semana muito conturbada!
Não sei se foi o que você fez querida, mas quando a gente pede, ou permite que as pessoas tentem nos ajudar a resolver nossos problemas elas se acham, e até certo modo tem, o direito de se meterem em nossa vida!
Tenha certeza de que eles estão fazendo isso, para demonstrar o quanto te amam, e o quanto você é importante para eles, pois querem ver você feliz.
Acho que o Isac tem muita razão, independente de cirurgia, regime ou deixar tudo pra lá, procura por uma psicóloga, faça uma terapia! Acho que pode muito ajudar você a se conhecer melhor e principalmente, como você vai lidar com tudo isso!

Beijos!

Fabi disse...

Oi menina!

Queria poder te colocar no colo. Sei como você se sente: as culpas, a sensação de fracasso e de não conseguir controlar a si mesma... como se a nossa vida tivesse escapando das nossas mãos, como se não pudéssemos mais escolher nosso caminho... e a tristeza! Uma tristeza que faz a beleza da vida se esvanecer dia após dia...

Sei que não posso ajudá-la. Só posso dizer que vc não está sozinha no mundo com esses fantasmas, e que é necessário sim agir! Sem medo, sem culpas. Pode parecer que não há nada a ser feito, mas há!
Cuidado pra não ferir quem está ao seu lado e te ama... eu fiz isso e sei que dói neles mas também dói demais em nós mesmas.
Procure terapia psicológica, as vezes precisamos mesmo falar daquilo que nos sufoca.

E lembre-se: a vida, por mais que agora esteja enevoada, é linda como um dia de sol... e ela te desafia a buscar um novo começo.

Abraço grandão e muita força pra você.

Fabi

Dani disse...

Oi querida! Sei como é difícil pra vc, eu tb me sentia assim! Eu tive início de depressão, não sei se é o seu caso, mas é bom procurar ajuda psicológica...eu tive até pico de ansiedade e fiz tratamento com psiquiatra, mas pra falar a verdade, o tratamento não me ajudou, o que me ajudou foi Deus e a vontade de vencer. A psicóloga sim me ajudou, e muito! Independente de cirurgia, procure uma, uma que vc goste, que te escute e que vc simpatize com ela. Só depois de 2 anos e já me sentindo melhor, eu mesma decidi pela cirurgia, e graças a Deus deu tudo certo! Vai dar pra vc tb! Um beijão, fica na Paz e qq coisa grita. Estamos aqui pra te apoiar. Bjss

Leca Escorpião disse...

OLha, vou te dizer que nada do q vc escreveu e descreveu é novidade pra mim. Operei pesando exatos 135kgs e sei bem como é o cansaço, os pés doendo, a falta de roupas e de vontade de se arrumar seja pra balada ou seja pro que for, e principalmente a vontade de se esconder e se esconder mesmo das pessoas da família ou de amigos que não nos veem há tempos.
Mas só posso te dizer uma coisa: um dos detalhes do pós da gastro é q os resultados, mesmo que demorados, aparecem, e te digo isso é um chute na nossa moral. As coisas começam a ter novas cores e formatos e vc passa a se respeitar por ter tido coragem de fazer a cirurgia e mais ainda por suportar tudo que diz respeito ao pós.
Sei tb como são as cobranças e expectativas alheias, mas só vc pode saber onde dói e o que pode fazer prá que isso mude.
Tá tudo na tua mão e no teu coração.
Coragem pra mudar minha amiga não é facil ter não, mas ninguém além de vc pode fazer a tua vida mudar.
Bjs e fica com deus.

Kelly disse...

Confesso que chorei aqui ao ler seu post, pois me vi há 10 anos atrás. O que me ajudou a sair dessa foi a terapia, sem ela estaria até hoje como era ou teria morrido de tanta tristeza, antes da cirurgia ou de qqr dieta é importante você encontrar uma terapeuta que te conquiste e que vc confie, só depois de comçado o tratameto é que alguma dieta ou mesmo a cirurgia poderá ter resultado, pense nisso. Beijos e melhoras

Paula disse...

tantas pessoas já falaram coisas tão legais que nem tenho o que falar !!

mas, quero que você saiba que torço para que você consiga do jeito que for sair de circulo vicioso em que você está !!

você é capaz de superar tudo isso, acredite !!

beijos !!!

Drika disse...

Olha é muito dificil opinar qdo não se passa pelo problema mas acho que vc deveria por um tempo esquecer essa obrigação de emagrecer ou de fazer cirurgia e cuidar da cabeça procurando um bom profissional terapeuta ,depressão não é estado temporario de tristeza é doença e precisa de tratamento sozinha é muito dificil conseguir .beijão e boa sorte

Fabi Godart disse...

Oi querida, tudo o que voce relatou é perfeitamente comprrensível. Mas é precizo chegar em algum concensso, voce tem só 28 anos, e está engordando cada vez mais, não está estável. Onde voce vai chegar? Desculpe falar assim, mas fico preocupada sabia? Olha a vida lá fora correndo, passando, e voce? Só sofrendo dia e noite. Minha lindona, vai atráz de algum acompanhamento psicológico, e pra te ser bem sincera, não creio que haverá uma alternativa melhor que a cirurgia. Mas como voce disse, preciza estar bem para enfrentar o pós. Respira e retoma o rumo da sua vida, nã para! Nada a julgar, só preocupação mesmo. Forças muitaaaaas pra ti, torço por voce demais e conta comigo!!!! Desculpe as palavras... Bjosssssss!!!!

Vnardella disse...

Menina, que dias doloridos que você passou!!! Mas tenho certeza que voê vai sair dessa, sabe porque? Olha o nome do teu blog!

Mariana disse...

flor, não conheço sua história inteira, mas do jeito que está não pode continuar. Pensa em colocar uma coisa de cada vez no lugar. Já passei pelas mesmas coisas que vc, acredite! E por favor, precisando, dá um grito. Quero te ajudar, me diga como. Bjo

Sonhando os sonhos de Deus disse...

oi linda
essa sensaçao de fracasso ja senti inumeras vezes e pos bariatrica ainda nao é diferente tenho medo de nao conseguir,de conseguir e depois engordar td de novo....o medo da obesidade sempre nos rondando e axo q sempre vai rondar a nossa vida....posso dizer q a gastro é uma ferramenta e tanto mais a questao da auto -estima no meu caso melhorou mas coninua ruim...nao consigo me axar, bonita, atraente isso mesmo quando estava magra....é um complexo de inferioridade sem fim....
kerida vejo vc muito confusa entre fazer a cirurgia e fazer dieta e remedios lembrando q apos a cirurgia as dietas continuam pode ter certeza e assim como o medo de engordar ela continuara pra sempre...entao pessa ajuda de Deus para ver o q é melhor pra vc escute seu coração!!!

desejo melhoras!!!
beijus

DIRCE disse...

BOA NOITE, NÃO TENHO BLOG MAS SEMPRE ESTOU ACOMPANHANDO VOCÊ, GOSTO DE SUA SINCERIDADE E MUITOS DOS SEUS SENTIMENTOS COMO VERGONHAS DE PESSOAS DO PASSADO, FRUSTRAÇÕES ETC TAMBÉM SINTO. MAS TENHO PERCEBIDO QUE ALÉM DE TUDO ISSO É COMO SE A SUA ALMA PEDISSE SOCORRO, HÁ FERIDAS INTERNAS QUE PRECISAM SER CURADAS DE DENTRO PARA FORA, VOCÊ PRECISA DE FORÇAS DE DEUS PARA NÃO DESISTIR DOS SEUS SONHOS.
CLAME A DEUS POIS O SENHOR JESUS É ESPECIALISTA EM FERIDAS PROFUNDAS E INTERNAS, IMPOSSÍVEL DE SEREM VISTAS A OLHO NU.
"MAS OS QUE ESPERAM NO SENHOR RENOVARÃO AS SUAS FORÇAS E SUBIRÃO COM ASAS COMO ÁGUIAS,CORRERÃO E NÃO SE CANSARÃO, CAMINHARÃO E NÃO SE FADIGARÃO. ISAIAS 40:37.
DEUS É A RESPOSTA PARA VOCÊ.
TENHA FÉ, NÃO DEIXE AS LIMITAÇÕES DO CORPO TE IMPEDIREM DE SER FELIZ,
VOCÊ VAI CONSEGUIR, NÃO VAI SER FÁCIL , MAIS VOCÊ TERÁ MUITAS VITÓRIAS PARA CONTAR!!!!!!!!!!!!!
DEUS TE ABENÇOE

ROSE OLIVEIRA disse...

parabéns pelo blog é muito bom mesmo,amo seus posts e força não desanima, acho a forma que voçe aborda muito boa mais uma vez parabéns e muito sucesso sempre bjs...

http://blogtopodendo.blogspot.com/

A Fim de Viver disse...

Vocês são maravilhosos!!!

Obrigada com muito carinho a cada um de vocês.

Gastroplastia Anne disse...

obrigada pela força flor e vc como estas?

SORAYA disse...

menina, li tudo que vc escreveu. Fiz um comentário enorme, e qdo fui postar errei e apagou. Agora vou enviar esse só para testar e depois complemento. bjss

SORAYA disse...

Estive avaliando tudo que vc disse... Sabe, eu acho que vc deve procurar um terapeuta para lhe ajudar. O medo que vc tem, todas nós sentimos . Muitas vezes nos pegamos sem saber se esse caminho é o melhor a ser percorrido!! assim mesmo,temos que fazer escolhas!
Eu passei por essas duvidas e resolvi dá um passo de cada vez, e então começei a cuidar de tudo para fazer a cirurgia. Fui a todos os medicos fiz todos os exames e qdo tudo ficou pronto ao ter a ultima consulta foi que decidi se iria ou não operar. No principio achei melhor agir assim pois eu ficaria mais "LEVE" qdo chegasse a hora de decidir...

SORAYA disse...

Tudo que vc passa meu bem, nós passamos tb. Deixamos de ir a festas pq não temos roupas, guardamos saco e mais sacos com roupas de todos os numeros,temos vergonha de encontrar aquela querida amiga de infancia que não sabe o qto estamos gordas,notamos os olhares de deboche que jogam para nós, ficamos envergonhadas de está com a esposa do amigo de nosso marido que é bem magrinha e usa roupas bonitas, e muito, muito mais...
Porisso só nos resta dá o primeiro passo. Que eu indico que seja um de cada vez. !!
Medos, nós tb temos!!!!Mas será que só a cirurgia é perigosa??? E ficar obesa morbida não pode nos matar tb???
Vc consegue, tente controlar a ansiedade de querer que as coisas se resolvam em 1 dia. Divida sua decisão em etapas,e vá vencendo-as uma a uma. Vc verá como o tempo passa rapido e logo logo vc estará nos finalmentes!!

SORAYA disse...

para finalizar essa novela que foi meu post, rsrsrsrs... olha querida, eu começei a minha caminhada em setembro de 2011 e agora dia 8 de março vou fazer a cirurgia. Vou fazer ainda tendo muitas incerteza,medos, e "outras coisitas mais". O que me tranquiliza é que Deus vai está comigo e vai me ajudar nessa nova caminhada!! Vc tb conseguirá!! Como disse uma das meninas,: " a vontade de comer, de beber chopp, de devorar doces, e etc, será substituido pela alegria de vestir roupas bonitas, de se sentir leve, livre e solta"...
bjssss

Kelly disse...

Tive que trocar o endereço do meu blog agora é: http://gastroplastiadakelly.blogspot.com , te espero lá, bj

Graziane Raquel disse...

Boa Noite!
Menina adorei sua passadinha no meu blog!!
Realmente eu adoro a foto que vc elogiou...sabe...tirei na bobeira e ficou lidinha!

Não desanima amiga...
A vida a cada dia nos mostra o quanto vale a pena....persista.

Beijos

Gordinha do outro lado do espelho disse...

Você não precisa ser forte sempre, só precisa ser você mesma. Um abraço bem grandão.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...