terça-feira, 18 de março de 2014

Barzinho - Prova de fogo e cabeça de gordo - Fotos - Quase 1 ano

Prova de fogo
 
Eu já estava sofrendo antecipadamente por estar indo a um barzinho/baladinha sem 'poder' (dever) beber. E além dos motivos óbvios pra se aborrecer como não fazer algo que se quer e todo ambiente a favor... Tem o pé no saco q é ficar enrolando horas com alguma bebida idiota nas mãos e as pessoas perguntando: Vc não PODE beber?? (cara de pena é estranhamento) nossa... Mas vc vai beber só isso??
 
Pós barzinho:
No bar foi como eu imaginava mesmo.. logo que pedimos as pessoas fizeram aquela cara de "ahhhh" pois ele foi de refri e eu de H2O (isso chama-se redução de danos). Isso já me afeta. Sei que no meu imaginário mora o valor de que quem bebe é firmeza, legal, desencanado, sem frescura e eu sou assim...e quem bebé suco na balada é quadrado, chato, enfim.... E tb ODEIO que as pessoas pensem que eu deixo de fazer alguma coisa por limitação, por ' não poder'... Nesse assunto sou meio fraca na pressão social e acabo sedendo. A prova clara foi qdo um perguntou:
- mas vc ja bebeu depois q operou? 
- Já
- Bebeu? Ou bebeu meeeesmo (fazendo trejeitos querendo dizer muito)
- Ah não...
Falei que não beberia pq estava tomando remédio pra garganta.
Mentira.
A partir daquele momento passei grande parte do tempo analisando pq mesmo apesar de tanto trabalho, tempo e conquista esse tipo de coisa ainda provoca isso em mim... e o qto isso precisa melhorar pra eu ser mais forte perante q bebida.
Os dois ressaltaram o qto estou magra, o qto se impressionaram com a diferença de novembro (última vez que nos vimos) pra cá.... E o QTO "agora chega ne?????" " já ta bom hein?! (com uma meia careta como quem diz: já está magra demais)" e isso deve ter sido repetido meia dúzia de vezes. 
Ok, legal... Mas não tirou o brilho, aos meus olhos, de um casal atrás de mim, cujo homem era bem bem gordo... e eles estavam se fartando em baldes e baldes de cerveja um atrás do outro e porções super cheirosas.
Sei que aquele homem não estava confortável naquela cadeira por tanto tempo, era muito gordo pra isso... Mas eu sabia o tamanho do prazer q ficar ali curtindo as músicas sentado bebendo e comendo sem parar, isolado do mundo, entregue aos seus próprios prazeres o estava fazendo feliz.
Por isso nem os elogios, nem a roupa, nem a cruzada de perna... 
Passei muita vontade e voltei pra casa com os olhos marejados com ' uma pontinha' de inveja do gordo...
 

3 comentários:

tatitebaldi disse...

Ola, lindíssima!
Passei aqui para te desafiar em uma brincadeira que está correndo entre os blogs!
Este é um desafio com objetivo de espalhar poesia por aí.
A ideia é publicar um poema e escolher mais 5 blogs para participar. Você deve avisar a cada blogueiro que ele foi indicado.
Pode ser qualquer tipo de poema, de autores conhecidos, desconhecidos, autoral, enfim, sendo poesia tá valendo!

Mirela Dias disse...

Você está linda! Enche o saco mesmo as perguntas dos outros, mas deixe que perguntem, por que afinal só você sabe o quanto passou pra chegar onde está e os tantos benefícios à sua saúde e auto estima isso trouxe. Um dia, você vai poder beber e tudo vai voltar ao normal. A diferença é que vai voltar ao normal porém com uma versão melhorada de você que está cada vez mais linda. E não ligue quando as pessoas dizem "já ta bom né?" insinuando que emagreceu demais... o nosso corpo é perfeito e inteligente e sabe quando já emagreceu o suficiente. Linda linda linda! Admiro voce. E quanto ao gordo que estava se esbaldando...nós que já fomos gordinho sabemos o quanto essa felicidade é superficial. A felicidade de se esbaldar assim é só para mascarar o que realmente se passa por dentro. Beijos!

Nati W. disse...

Vc precisa ter autoconfiança e não ficar insegura essas horas.

Pelo amor de deus flor, nada de "inveja do gordo", isso é só uma ilusão, vc sabe muito bem que ser gordo é uma merd@.

Eu não bebo, por exemplo, e sei bem como é sentir essa pressão, mas simplesmente desconverso, falo que prefiro ficar no suco mesmo.
Já bebi muito e não há nada melhor do que ficar sóbria. E eles é que precisam ter inveja de nós que não bebemos e cuidados do nosso corpo e não o contrário.

E nós aqui morrendo de orgulho de você.

Sempre qndo entro no seu blog quem sente "inveja" sou eu e me pergunto, será que um dia vou conseguir perder 60 kg como ela? pq a maioria dos blogs as meninas perdem 30/35kg em 1 ano, e vc foi muito além.

Eu ainda não posso fazer a cirurgia, mas sei que é questão de tempo para chegar a minha vez, e voltar ao meu corpo normal de 4 anos atrás.. e para isso precisarei perder 50kg.

Por favor, nunca pare de postar.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...