domingo, 16 de março de 2014

Pitaya

Vamos vitaminar?? É muito raro eu fazer um lanche só com frutas pois eu como em um segundo, fico com a sensação de que não comi nada e continuo morrendo de fome (geralmente turbino com proteína e grãos). Mas cheguei da feira e quis dar uma chance a essas frutinhas que parecem até já vir com chia de fábrica, rsrs. A pitaya e o kiwi. 
Aliás, já comeram pitaya? Trouxe da branca e essa vermelha (praticamente pink!) Muitíssimo funcional!!! Por isso comprei logo 12 delas, rs.



Um pouco do que li:

Pitaya: uma fruta exótica e saudável

Amiga da silhueta e da saúde, a pitaya previne o diabetes e as doenças cardiovasculares, além de inibir a vontade de comer doce

 
Também conhecida como fruta do dragão, por causa da casca irregular e dos gomos escamosos, a pitaya tem um leve sabor adocicado, que lembra o do kiwi. Com ação termogênica e apenas 50 calorias em cada 100 g, a fruta é ótima aliada do emagrecimento. Isso porque é fonte de tiramina, um aminoácido que ativa o hormônio glucagon, capaz de estimular o organismo a utilizar os estoques de glicose e de gordura e transformá-los em energia. "Ela ainda é rica em vitamina C, cálcio, ferro, fósforo e potássio, completa a nutróloga Cristiane Coelho.
Zero fome
Como se não bastasse ser magrinha, a pitaya ainda faz com que você se sinta saciada por mais tempo. O agente amigo, novamente, é o glucagon. Como ele absorve o açúcar do organismo e o transforma em energia, o cérebro entende que o corpo está alimentado, atrasando o alerta da fome. A tiramina também inibe o apetite e aquela vontade súbita por doces. Quer sobremesa melhor?
Alimento funcional
Por carregar boas doses de oligossacarídeos, uma fibra alimentar não digestível, os benefícios da pitaya incluem o combate ao diabetes tipo 2 (por causa da redução da glicose no sangue), a prevenção do câncer de cólon e de infecções bacterianas. "As sementes contêm 50% de ácidos graxos essenciais (ômegas 3 e 6), um tipo de gordura boa capaz de evitar doenças cardiovasculares", explica Cristiane.
De acordo com pesquisadores da Universidade de Chubu, no Japão, a pitaya ajuda a inibir a obesidade graças à antocianina - antioxidante que ainda afasta problemas cardíacos. O resultado do estudo constatou que a substância mantém as células de gordura murchinhas e ativa o metabolismo.

2 comentários:

Mirela Dias disse...

você sumiiu!
senti falta dos seus posts. Mande noticias de como está indo o seu processo de emagrecimento/manutenção

Nati W. disse...

estava com saudades de você!

lá na china, como mto dessa fruta qndo viajo, mas a branca

realmente mto gostosa

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...